Como novos princípios educacionais podem melhorar o desenvolvimento de pessoas

Como novos princípios educacionais podem melhorar o desenvolvimento de pessoas

Braz Nogueira é referência em educação no Brasil por sua gestão inovadora à frente da Escola Municipal de Ensino Fundamental Campos Salles, em Heliópolis (São Paulo). Enquanto foi diretor (de 1995 a 2015), ele instituiu cinco princípios que norteiam o trabalho na escola e que conversam entre si, com o objetivo de promover a formação integral dos jovens:

  1. Tudo passa pela educação: quando o educador é cidadão, ele busca não só a mudança da escola, mas também a mudança da sociedade, juntamente com os outros agentes educativos que não estão dentro da escola. Sabe que a escola e a sociedade mudam juntas. 
  2. A escola como centro de liderança: propõe o fortalecimento da relação escola-comunidade. A escola deve ser um centro de liderança comprometido com o saber e, juntamente com as outras instituições e lideranças da comunidade, romper as amarras que aprisionam a todos às estruturas sociais pré-determinadas.
  3. Autonomia: o indivíduo autônomo interroga, reflete e delibera com liberdade, responsabilidade e solidariedade. Ele não aceita obedecer e seguir aquilo que foi construído e pensado pelo outro sem a sua participação. Só a autonomia garantirá ao indivíduo sucesso nas esferas econômica, psicológica, sócio-cultural e política. 
  4. Responsabilidade: é responsável o indivíduo que aceita e repara as inevitáveis consequências de seu comportamento. Antes de agir, reflete, pois responde por seus atos e não quer provocar danos que não pode reparar ao outro e a si mesmo.
  5. Solidariedade: é um processo dialético que possibilita o desenvolvimento do potencial humano e dele se nutre. Sendo assim, ela é fundamental para a construção de uma ordem social cada vez mais justa, na qual as tensões possam ser mais bem resolvidas e os conflitos encontrem mais facilmente sua solução por consenso.

Os princípios descritos acima são vivenciados nas atividades desenvolvidas no cotidiano escolar por todos os alunos, pelos profissionais que trabalham na escola e perpassam toda a comunidade de Heliópolis também por meio dos pais dos alunos e das lideranças comunitárias. 

Estes princípios só fazem sentido quando articulados. Por exemplo: uma pessoa autônoma é uma pessoa livre, mas uma pessoa livre só pode fazer aquilo pelo qual possa se responsabilizar e sem que prejudique o outro. 

“Viver de acordo com estes princípios não é fácil. É uma aprendizagem lenta e gradual”, disse Nogueira em encontro na Syntese. 

Dessa forma, os estudantes desenvolvem não só sua parte cognitiva, mas também outros aspectos, como social, emocional e ético – muitos dos quais são apontados pelas empresas como carências dos profissionais no mercado de trabalho. 

Isso levou à criação de um projeto educacional revolucionário, com a eliminação das paredes de sala de aula e a transformação do processo de ensino e aprendizagem.

Levando o desenvolvimento humano às empresas

Os princípios da escola Campos Salles convergem muito com o jeito da Syntese, que utiliza a ACP (Abordagem Centrada na Pessoa) para fazer treinamentos corporativos. A ACP também possui princípios, postulados pelo psicólogo humanista Carl Rogers, que orientam a facilitação de grupos:

Assim como os princípios da escola Campos Salles, os princípios da ACP também caminham juntos. “Não é possível falar de congruência deixando de lado a empatia e não dá para pensar em aceitação sem considerar a congruência”, afirma Alexandre Moreno, fundador da Syntese e autor do livro “Facilitação – Um Jeito de Ser”

Uma escola inovadora como a Campos Salles contribui para a formação de indivíduos que atendam às necessidades das empresas. “Os negócios cada vez mais precisam de profissionais autônomos, responsáveis e colaborativos. Essa é a demanda que ouvimos do RH das empresas”, diz Moreno.


É por isso que a Syntese se aproxima de educadores que praticam modelos diferentes de ensino, como Nogueira e Alcielle dos Santos, que também esteve na Syntese recentemente para compartilhar suas experiências.

No Comments

Post A Comment