Derrubando muros nas escolas e nas empresas

Derrubando muros nas escolas e nas empresas

“Derrubar muros físicos é fácil, difícil é derrubar os muros mentais.”

Braz Nogueira

O educador Braz Nogueira ficou conhecido por transformar o processo de ensino e aprendizagem na Escola Municipal de Ensino Fundamental Campos Salles, em Heliópolis (São Paulo). 

Nogueira sempre foi uma inspiração para Alexandre Moreno, fundador da Syntese, tanto que ganhou um capítulo em seu livro “Facilitação – Um Jeito de Ser”.

Em encontro na Syntese, Nogueira contou como funciona a dinâmica da escola, que é orientada por cinco princípios que favorecem a formação integral dos estudantes. 

Assim como na maioria das escolas tradicionais, em que o modelo de ensino foca apenas no cognitivo e não favorece o desenvolvimento pleno dos indivíduos, muitas empresas também enfrentam desafios para promover um ambiente em que os profissionais possam atingir seu completo potencial. 

Para alcançar a mudança pretendida na escola Campos Salles, Nogueira enfrentou muitos desafios e o principal foi lidar com a resistência dos professores, apesar de muitos deles também desejarem a mudança. “Mexer na relação entre aluno e professor é como mexer em uma casa de marimbondo”, diz. 

Moreno afirma que as empresas também precisam refletir sobre qual é a sua “caixa de marimbondo” para realizar seus objetivos em relação ao desenvolvimento dos profissionais. “É necessária uma mudança de modelo mental”, indica. 

A Syntese leva o que há de mais de mais inovador em educação para o mundo corporativo. Para isso, utiliza a Abordagem Centrada na Pessoa (ACP), do psicólogo humanista Carl Rogers, que coloca o participante como corresponsável pela construção do conhecimento. 

Essa também é a visão de educação de Nogueira. “A criança é um ser completo, capaz de tomar decisões, organizar-se individual e coletivamente para aprender e conviver, e a escola precisa levar seus saberes em conta”, afirma. 

Confira a entrevista exclusiva que Nogueira concedeu em sua visita à Syntese:


No Comments

Post A Comment